Blog

Regresso à UV um ano depois

Após um ano foi bom voltar a ver as caras conhecidas que nos acompanharam numa das semanas mais marcantes das nossas vidas a vários níveis. Voltar a sentir de perto o empenho e dedicação, de pessoas como o Diretor Carlos Coelho, a nossa Presidente Margarida Balseiro Lopes ou o inconfundível Paulo Colaço, que dedicam horas a fio de trabalho, para fazer desta a melhor academia de formação política do país.

A bagagem que a UV nos deu, fez-se presente nas nossas vidas, quer a nível pessoal, em conversas banais do dia-a-dia, quer a nível escolar, na organização do nosso discurso, com a utilização de vocabulário mais técnico em várias situações. Esta bagagem, ajudou-nos a ver um mundo e os seus problemas de forma mais clara, permitindo-nos fundamentar melhor a nossa opinião sobre os mesmos, procurando criar propostas que possam melhorar efetivamente o meio em que vivemos, e o dia-a-dia das pessoas com que lidamos.

A UV permitiu-nos tomar conhecimento de realidades para nós algo desconhecidas ou que julgávamos não serem tão preocupantes, permitiu-nos olhar para problemáticas não só nacionais, como também internacionais. O convívio com indivíduos provenientes de outras partes do mundo, por exemplo da Venezuela e dos PALOP (Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa).  A chamada de atenção dos efeitos da crise venezuelana nas suas populações, por alguém que sentiu tudo isso na pele é de certa forma, um “abre olhos” para um problema desvalorizado por algumas forças políticas no nosso pais, ou por exemplo conhecer os aspetos da luta política em países como Cabo Verde, ajudam-nos a olhar para a vida política nacional de forma mais preocupada e interessada.

Algo que relembramos sempre, são os vários assuntos, que os oradores convidados nos dão a conhecer em várias áreas. Desde a economia, até à Crise ambiental que vivemos. Todas estas palestras e aulas dão aos alunos desta academia, conhecimentos técnicos e uma sensibilidade de raciocínio em relação a estes assuntos, que os tornam pessoas mais informadas e aptas a exercer os seus direitos cívicos.

Para concluir, nós consideramo-nos a nós e a todos os outros alunos da UV as provas vivas do sucesso desta grande academia, que é a UV. Assim, aconselhamos qualquer jovem, não só da JSD, mas também de qualquer outro espetro político a frequentar a UV, é uma experiência que nenhum jovem preocupado com os seus direitos e deveres para com a sociedade pode perder.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *